Cedec instruiu os municípios a adotarem ações de prevenção a desastres diante da possibilidade de chuvas intensas

Levantamento da Defesa Civil mostra que, nos últimos seis anos, 57% de todos os desastres ocorreram em dezembro

Nessa quinta-feira (24/10), a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) realizou, em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, o lançamento do Plano Estadual de Preparação para o Período Chuvoso 2019/2020. A ação tem como objetivo prevenir tragédias como a que ocorreu em Santa Rita do Sapucaí, no Sul de Minas. Durante uma tempestade de granizo na última tarde, uma mulher morreu ao ser atingida por uma árvore que se partiu.

O plano foi lançado em seminário local, com a participação de cerca de 200 pessoas, entre prefeitos, coordenadores e agentes de Defesa Civil, bombeiros e policiais militares. Os municípios da região foram instruídos pelo Estado a adotarem ações de prevenção de desastres e, se preciso, dar uma resposta rápida diante da possibilidade de chuvas intensas.

“Passamos orientações de ações preventivas e mitigadoras para que a gente possa se antever no período chuvoso. Teremos uma quantidade de chuvas abaixo da média, mas elas podem ser torrenciais e causar inundações”, ressalta o coordenador estadual de Defesa Civil, coronel Rodrigo Sousa Rodrigues, chefe do Gabinete Militar do Governador.

Período

O período de chuvoso estende-se de outubro a março, com destaque para os meses de janeiro, novembro e, principalmente, dezembro. Os municípios devem manter os planos de contingência sempre atualizados para garantir resposta rápida e de qualidade à população. De acordo com levantamento feito pela Defesa Civil Estadual, entre 2013 e 2018, 57% de todos os desastres ocorreram em dezembro. Os dados servem de referência para que as administrações municipais se organizem para preparar e mobilizar equipes.

Alertas

Lançado em 2017, o sistema de envio de alertas meteorológicos por SMS é gratuito e oferecido pelo Centro de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração, em parceria com os órgãos de Defesa Civil de estados e municípios. Os alertas são enviados sempre que são identificadas situações de riscos em função de desastres naturais.

Neste ano, as equipes do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) e da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil foram reunidas em um único local, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC). A iniciativa pioneira colocou Minas como primeiro estado brasileiro a promover o trabalho conjunto entre as agências, 24 horas por dia.

Com a mudança física e estrutural e o uso da previsão de curtíssimo prazo (chamada de Nowcasting), o processo de envio de mensagens de SMS, via celular, com os avisos de eventos críticos, foi otimizado. Para se cadastrar e receber os alertas, o interessado deve enviar uma mensagem de texto, informando o CEP da residência ou local desejado, para o número 40199. É possível cancelar o serviço por mensagem de texto.

Quem tem TV a cabo na residência também terá acesso aos alertas por meio de um serviço desenvolvido em parceria com Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), Defesa Civil do Estado e municípios. O sistema avisa sobre a iminência de alagamentos, enxurradas, deslizamentos de terra, vendavais e chuvas de granizo.

Além disso, a Defesa Civil de Minas Gerais também divulga os alertas por meio das redes sociais Twitter e Instagram.